segunda-feira, 3 de novembro de 2008


Chuva intensa provoca caos no dia, 20 de Outubro, em Lisboa.
Quarenta e cinco minutos de chuva torrencial e granizo foram suficientes para instalar o caos em Lisboa. Ruas alagadas, restaurantes com inundações, carros arrastados pela força da água e a estação do metro de Sete Rios obrigada a fechar portas deixaram a cidade intransitável, com filas de trânsito a entupir os acessos à capital no início da tarde.
Sete Rios, Alvalade, avenida de Roma, praça de Espanha, avenida 5 de Outubro, Campolide, avenida Almirante Reis foram as zonas mais afectadas pela chuva. Os túneis do Campo Grande e das avenidas João XXI e dos Estados Unidos da América também ficaram inundados durante várias horas, mas a situação mais grave aconteceu no Hospital de Santa Maria.
Os bombeiros responderam a 250 ocorrências, 200 das quais em habitações. Foram mobilizadas 32 viaturas e 106 homens do regimento de Sapadores Bombeiros.
O stand da Mercedes-Benz na rua de Campolide não escapou à enxurrada. A força da água destruiu computadores e secretárias e arrastou alguns carros. Um Mercedes Classe E foi projectado contra a montra, partindo-a.
A poucos metros, na estrada de Benfica, os três restaurantes que ficam num pequeno largo foram obrigados a encerrar as portas. A água atingiu quase dois metros de altura e causou elevados danos. "Em Fevereiro tive um prejuízo de 90 mil euros. Agora vai ser pior, está tudo destruído", lamenta Rui Gomes, proprietário do restaurante O Nortenho.

quinta-feira, 10 de julho de 2008

Fica aqui uma amostra do vídeo que a turma B do 9º ano realizou com base num guião criado por um grupo de alunos da mesma turma. É uma aula de substituição que decorre no Caramulo no ano de 2050. Neste vídeo os alunos pretendem demonstrar alguns dos efeitos das alterações climáticas, no nosso país, em 2050.
O vídeo que aqui se publica foi gravado num dos ensaios e não está completo. A versão final estará disponivel na biblioteca da Escola.



video

terça-feira, 13 de maio de 2008

Desafio à nossa escola

Vamos elaborar algumas questões sobre meteorologia e sismologia. Gostávamos que as tentassem resolver:

1-) Qual é a unidade de medida da precipitação?

a. mm
b. cm
c. m

2-) Qual dos seguintes aparelhos regista a precipitação?

a. Anemometro
b. Pluviometro
c. Termómetro

3-) A escala de Richer vai até que nível?

a. 5
b. 9
c. 12

4-) Os gráficos que registam a temperatura e a humidade designam-se por?

a. Termológicos
b. Termopluviométricos
c. Pluviotermológicos

5-) Uma isóbara é:
a. Uma linha de igual valor de temperatura
b. Uma linha de igual valor pressão atmosférica
c. Uma linha de igual valor de intensidade sísmica
Na área reservada a mensagens, selecciona a opção correcta para cada questão, devidamente identificadas. Não te esqueças de te identificares colocando o nome, número, turma e ano.
Serão publicados os melhores resultados no nosso blog!!!

Errata

Caros leitores.
A nossa equipa na semana passada fez uma publicação gráfica relativamente aos dados do mês Abril.
Lamentamos imenso mas os dados estavam errados, uma vez que a nossa estação teve problemas técnicos, no que respeita aos valores de precipitação, que já foram resolvidos.
Adeus e até à próxima publicação.

terça-feira, 6 de maio de 2008

Gráfico


O mês de Abril foi um mês de grandes variações, quer em relação à temperatura, quer à precipitação.
Relativamente à temperatura tivemos máximas de 27,6ºC (dia 19 pelas 13:00h) e mínimas de 2,7ºC (dia 23 pelas 1.00h)
Relativamente à precipitação o dia 7 de Abril foi marcado por uma grande queda de água (81,3mm) enquanto que nos restantes dias pouco choveu.

terça-feira, 22 de abril de 2008



Terminado o mês de Março, consultámos os dados obtidos na estação Meteorológica e elaborámos o respectivo gráfico correspondente às médias de temperatura e de precipitação.
Os nossos colegas de grupo fizeram uma interpretação dos dados deste mês.




Março 2008

Consultámos o site do instituto de Meteorologia e por muito estranho que nos possa parecer, depois de tanta chuva, durante este mês de Abril, decobrimos que o mês de Março de 2008 foi caracterizado pelo agravamento da situação de Seca Meteorológica, estando metade do País em situação de seca moderada, 13% em seca severa e 37% em seca fraca.
No que diz respeito à precipitação, o mês de Março classificou-se como extremamente seco a seco em todo o território, sendo que a precipitação acumulada no período compreendido entre 1 de Setembro e 28 de Março foi inferior em 80% aos valores médios registados no período compreendido entre 1961 e 1990, em todo o Continente, sendo inferior a 60% nas regiões do Norte e Centro, o que contribuiu para o agravamento da situação de seca meteorológica.
A temperatura do ar, no Continente, registou neste mês de Março o segundo valor médio de temperatura mínima do ar mais baixo do Século XXI, sendo igualmente o segundo mais baixo dos últimos 19 anos, o valor mais baixo, de 6,0ºC, verificou-se em 2004.
Quanto ao Caramulo (780 m de altitude):
  • A Temperatura máxima variou entre o valor máximo de 20.1ºC (no dia 13 às 13:00h) e o valor mínimo foi de 6.5ºC (no dia 5 pelas 5:30h)
  • As Temperaturas mínimas variaram entre os 8.7ºC no que toca à temperatura máxima (dia 14 ao 12:00h). Em relação à temperatura mínima o valor mais baixo registado pela nossa estação foi de -0.5ºC, em pleno mês de Março! (no dia 5 pela 1:00h).
  • Em relação à Precipitação máxima foi registado o valor de 42,2 mm, no dia 10. Não choveu durante 8 dias. Durante 18 dias registou-se uma precipitação inferior ou igual a 2.0 mm e apenas se registou uma precipitação superior a 20mm durante 3 dias.

Podemos concluir que os dados fornecidos pela nossa estação, estão de acordo com os dados do instituto nacional da meteorologia.


terça-feira, 8 de abril de 2008

Observar as nuvens

Estuda atentamente os distintos tipos de nuvens.

















Olha através da tua janela e identifica as nuvens do céu.

Primavera 2007

Temperatura...
Fizemos uma pesquisa sobre as condições de temperatura e de precipitação da Primavera de 2007, em Portugal Continental.
Para isso consultámos um dos links que já referimos neste blog. Tenta descobrir qual? Deixa a tua resposta, devidamente identificada, no espaço destinado aos comentários.
A média da temperatura média do ar na Primavera de 2007 (Março, Abril e Maio de 2007) foi cerca de mais 0.8 ºC acima do valor médio do período de refêrencia de 1961-1990.
O Planeta está mesmo aquecer!!!
Ainda com base na média da temperatura média (e em relação aos valores médios no periodo 1961-1990):
  • Primavera de 1997 - a mais quente (anomalia: mais 3.1 ºC)
  • Primavera de 1971 - a mais fria (anomalia: menos 1.56 ºC)

Quanto à Precipitação...

Os valores de quantidade de precipitação ocorridos nos mêses de Março, a Abril e Maio de 2007, permitem classificar a Primevera de 2007 como seca (60% em relação à média de 1961/1990).

Começo das estações em 2008:

Primavera - 20 de Março às 5h e 48m. Outono - 22 de Setembro às 15h e 44m.

Verão - 20 de Junho às 23h e 59m. Inverno - 21 de Dezembro às 12h e 4m.

Fases da lua em Abril de 2008:

Lua Nova- dia 6

Quarto crescente - dia 12

Lua cheia - dia 20

Quarto minguante - dia 28

terça-feira, 1 de abril de 2008

Publicação gráfica


Gráfico de Fevereiro de 2008












Estes gráficos foram elaborados com os dados adquiridos pela a nossa estação meteorológica. Referem-se aos valores médios de temperatura e precipitação do mês de Dezembro de 2007 e Fevereiro de 2008.

terça-feira, 11 de março de 2008

O que é a troposfera?


Graças a Deus que temos atmosfera. A ela que nos mantém quentes. Sem ela, a terra seria uma bola de gelo sem vida com temperaturas médias inferiores a 50º C negativos.

A atmosfera está dividida em quatro partes diferentes: troposfera, estratosfera, mesosfera e termosfera. A troposfera é a parte que nos dá mais jeito. Só ela contem o calor e oxigénio suficientes para nos permitir um bom funcionamento, apesar de se poder tornar rapidamente hostil à vida à medida que vamos subindo através dela. Do nível do sol até ao seu ponto mais alto, a troposfera tem cerca de 16 quilómetros de espessura no equador, e a não mais de 10 ou 11 quilómetros de altura nos climas temperados onde a maior parte de nós vive. Oitenta por cento da massa atmosférica, ou seja, praticamente toda a água, e consequentemente todos os estados do tempo, estão contidos nesta fina e frágil camada. Ou seja, não há muita coisa entre nós e o vazio.

A seguir à troposfera temos a estratosfera. Quando, durante uma tempestade vemos o cimo de uma nuvem carregada espraiar-se, assumindo a forma típica de uma bigorna, estamos a ver a fronteira entre a troposfera e estratosfera- tropopausa.

Mesmo no seu ponto de maior altitude, a tropopausa não fica muito distante de nós. Um elevador rápido, dos que se utilizam nos arranha-céus, podia levar-nos até lá em apenas 20 minutos, mas não aconselho o leitor a tentar essa viagem.

Quando se abrissem as portas ao chegar ao imaginário miradouro, toda a gente que estivesse lá dentro estaria morta ou moribunda.

terça-feira, 4 de março de 2008

terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Hoje decidimos fazer uma actividade diferente, publicámos no nosso blog dois links. O primeiro endereço é da ciencia viva, ao qual pertence o projecto a partir do qual foi adquirida a nossa estação meteorológica. O segundo é do Instituto de Meteorologia onde, podemos adquirir informação sobre: estado do tempo, climatologia, sismologia e ambiente.

- http://www.cienciaviva.pt/oficinaweb/projectosweb/meteo.asp
- http://www.meteo.pt/pt/previsao/inicial.jsp

Esperamos que os vás visitar..

terça-feira, 22 de janeiro de 2008

Boa tarde! Mais um dia que estamos cá.
Hoje decidimos fazer uma actividade diferente, decidimos falar um bocadinho sobre os trabalhos dos nossos colegas.
O primeiro grupo, decidiu redigir e encenar uma peça de teatro, cujo tema é uma aula de Ciências Naturais, que decorre no ano 2050. Esta peça tem como objectivo alertar as pessoas sobre as alterações climáticas.
Um outro grupo, está a realizar uma investigação sobre instrumentos e símbolos meteorológicos, que irá ter como produto final a construção das respectivas maquetas.
Por fim o ultimo grupo, está a investigar imagens de paisagens naturais, modeladas por agentes da erosão, que tem como produto final a apresentação de um vídeo. Todos os temas tem como fundo o clima e a meteorologia cuja actriz principal é a nossa Estação Meteorológica.
Por hoje é tudo!
Portem-se bem e cuidado com o sol!!!

terça-feira, 8 de janeiro de 2008

Regresso!

Olá pessoal. Depois destas férias muito curtas e cheia de saudades da nossa Estação Meteorológica, e da nossa aula de Área de Projecto, cá estamos para a actualização dos dados.
As novidades são: começou a chover e as temperaturas baixaram. É Inverno!!!
No dia 3 do corrente mês registou-se uma temperatura média de 4.3ºC. O máximo de precipitação registou-se no mesmo dia, 44.2 mm. Outro acontecimento relativamente a esta data foi marcado pelo início do segundo período.
Desejamos a todos os estudantes deste país um excelente segundo período com ou sem chuva.
A equipa.